fbpx
Logo Lenda

Doenças oculares em cães e gatos: conheça as mais comuns e saiba como tratar

cão olhos

O mecanismo da visão é complexo, mas os olhos são parte fundamental para que vejamos o mundo e todas as cores que o completam. Para além da capacidade de puder ver tudo no mundo, os olhos são um dos órgãos mais sensíveis em animais e humanos. Por isso, doenças oculares em cães e gatos são bastante comuns.

O mês de junho no “calendário veterinário” representa o mês das doenças oculares com a cor violeta para o representar. A cor vem de uma substância de nome “Azul de Toluidina” essa coloração é utilizada para diferenciar tumores de células redondas.

Antes de entendermos quais são e com prevenir doenças oculares em cães e gatos, precisamos compreender como eles percebem o mundo. Em todo o reino animal a visão é complementada por outros sentidos, em cães e gatos é principalmente o olfato.

Os cães e gatos possuem:

  • Excelente visão noturna;
  • Definem verde e vermelho em tons de cinza;
  • Visão desfocada à distância;
  • Maior sensibilidade à luz;
  • Visão panorâmica: Gatos 200° e Cães 250°;

Quais são os tipos de doenças oculares em cães e gatos?

1 – Conjuntivite

  • Sintomas: Olhos avermelhados e excesso de secreção ocular (que pode variar de amarelada até esverdeada);
  • Causa comum: Pode ocorrer pela falta de lubrificação ocular.

2 – Uveíte

  • Sintomas: Olhos vermelhos, podem aparecer coágulos de sangue, pupila contraída, acumulo de secreção e em alguns casos, a perda de visão.
  • Causa comum: Em geral, ocorre após infeções virais, bacterianas ou fúngicas, atinge retina, iris e coroide (camada do globo ocular responsável por alimentar a retina de oxigénio e nutrientes).

3 – Úlcera de córnea

  • Sintomas: Vermelhidão, lacrimejamento, acumulo de secreção e o animal pisca em excesso.
  • Causa comum: Erosão na córnea, causada por infeções, traumas e outras doenças.

4 – Catarata

  • Sintomas: Em geral, observa-se o olho esbranquiçado.
  • Causa comum: Pode ocorrer por diversos fatores, entre eles: idade avançada, doenças sistêmicas, genética ou predisposição da raça.

Raças com maior predisposição a doenças oculares:

  • Boxer
  • Shih Apso
  • Lhasa Apso
  • Pequinês
  • Pug
  • Bulldog inglês
  • Bulldog francês
  • Boston terrier
  • Gato – persa

O aparecimento de alterações oculares nessas raças é mais comum, pois possuem características anatómicas diferentes na formação do osso do crânio. Estas características anatómicas, deixam os olhos mais realçados, saltados e expostos para ficar mais secos e assim mais propensos a desenvolver estas doenças.

As doenças oculares nos animais de estimação também são agravadas pela poluição do ar e clima seco. Nesses casos, um aliado na prevenção é manter os olhos dos animais sempre limpos, livres de secreção e lubrificados.

Em geral, a limpeza ocular deve ser feita diariamente utilizando soro fisiológico, deve-se sempre remover cuidadosamente das áreas ao redor dos olhos, o acúmulo de secreções. Mas lembre-se que os olhos são sensíveis, então ao esfregue a região para evitar atrito e possíveis complicações.

doenças oculares

 Como diagnosticar doenças oculares

O ideal é que o seu animal de estimação, principalmente se for uma das raças descritas acima, façam visitas frequentes ao médico veterinário oftalmologista. Ao perceber qualquer alteração como vermelhidão, coceiras constantes ou secreções, procure rapidamente ajuda veterinária.

Além da limpeza regular, as doenças oculares podem ser prevenidas com avaliações regulares. Assim, a melhor maneira de combater doenças oculares nos animais de estimação é estar sempre atento aos pequenos sinais de alteração que eles possam apresentar. 

Picture of Ines

Ines

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Precisa de ajuda?