fbpx
Logo Lenda

Como é feita a mudança de pelo em cães e gatos, e porquê?

mudança de pelo, Gato escovado,

A Primavera está ao rubro e se tens a sorte de viver com um ou mais amigos peludos, temos a certeza de que sabes bem o que significa a chegada desta estação: pelos por todo o lado! Para te ajudar a lidar melhor com este processo, criamos este artigo que te vai dar a conhecer o ciclo de queda e como o combater!

O que significa esta mudança para os nossos amigos peludos?

A mudança de pelagem é um processo natural a que os cães, gatos e outros animais estão sujeitos. Consiste na substituição completa da camada de pelo ou pelagem, adaptando-se às necessidades do animal, garantindo a sua proteção no inverno e evitando o calor no verão, razão pela qual ocorre normalmente na primavera e no outono. A queda de pelo ocorre, portanto, por duas razões principais: a mudança de temperatura e o número de horas de luz do dia por dia. No entanto, outros fatores podem também desempenhar um papel importante, como a esterilização, por exemplo. Os animais esterilizados têm tendência a perder mais pelo devido a alterações hormonais.

Dependendo da raça do cão ou do gato, há variações na pelagem. Alguns perdem mais pelo e outros perdem muito pouco. Relativamente à pelagem, a maioria dos cães e gatos peludos tem uma camada superior (visível) e uma camada inferior. Ao mover a camada superior, é possível ver o subpelo, que normalmente tem uma textura macia e, em muitos casos, até uma cor diferente. Este é responsável pelo isolamento e proteção do pelo do animal. O superior, por outro lado, é normalmente constituído por um “pelo de proteção”, responsável por manter a pele seca.

É preciso lembrar que esta mudança não é algo que acontece num par de dias. É algo que leva tempo, por isso é preciso ter paciência. Além disso, não é a mesma coisa para o teu amigo peludo viver dentro de casa, do que ir para a rua. Os cães que vivem apenas dentro de casa têm tendência a mudar de pelo durante todo o ano, embora haja picos de queda na primavera e no outono. Isto deve-se ao ambiente em que vivem. No inverno estão expostos ao aquecimento e no verão ao ar condicionado, pelo que é provável que os seus corpos não saibam detetar quando devem mudar de penas.

Ciclo de mudança
Os cães e os gatos, tal como outros animais, passam continuamente por um ciclo de muda constituído por quatro fases:

  1. Fase de crescimento: é o momento em que o pelo cresce a partir do folículo piloso (parte da pele que dá origem ao crescimento do pelo).
  2. Fase de regressão: quando o pelo pára de crescer e atinge o seu comprimento máximo.
  3. Fase de repouso: quando o pelo morre e começa a enfraquecer.
  4. Fase de queda: momento em que o pelo cai e é substituído por um novo pelo que está em fase de crescimento.

Dicas sobre como lidar melhor com a mudança de pelagem:
1 – Alimentação
Um dos fatores mais importantes para controlar esta fase é a alimentação. Uma dieta correta é a melhor forma de manter o pelo do seu cão em ótimas condições. As receitas que incluem vitaminas B, cobre e zinco são ideais para o conseguir. Além disso, na Lenda temos diferentes receitas suplementadas com óleo de peixe, que incorpora elevados níveis de Ómega 3 e Ómega 6 para promover uma pele saudável e um pelo brilhante.

2 – Banhos
O banho pode ajudar a remover os pelos mortos, mas não é aconselhável exagerar, uma vez que aumentar a frequência dos banhos durante o período de mudança pode ter o efeito contrário. Os cães e os gatos têm uma camada protetora de pele e pelo, pelo que o aumento dos banhos pode contribuir para enfraquecer o pelo e provocar uma queda ainda maior.

3 – Escovagem
Sem dúvida o nosso melhor aliado no controlo da queda de pelo. Se escovares o teu amigo peludo várias vezes por semana ou por dia, podes ajudar a controlar a queda.

O truque é o seguinte: começa por escovar na direção do pelo, escove contra o grão e depois escove novamente na direção do pelo. Isto ajudará a remover todo o pelo morto entre a pelagem e evitará que se espalhe por toda a casa.

É importante escolher a escova correta de acordo com o tipo de pelo do animal de estimação. Se ele tiver pelo curto e duro, recomendamos uma luva de borracha. Por outro lado, se o pelo for médio ou macio, é preferível utilizar escovas de pontas arredondadas. Se o pelo for comprido, será necessário um pente desembaraçador e depois uma cardadeira.

Só falta ter paciência e compreender que este momento é essencial para o teu amigo peludo!

Picture of Rafaela

Rafaela

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WhatsApp
1
Precisa de ajuda?
Como é feita a mudança de pelo em cães e gatos, e porquê? 😺