fbpx
Logo Lenda

As 5 Causas do Aparecimento dos Diabetes em Cães e Gatos

cão e gato a dormir numa almofada branca com diabetes

A diabetes, uma condição metabólica caracterizada pela incapacidade do corpo em regular os níveis de glicose no sangue, não é exclusiva aos seres humanos. Animais de estimação, como cães e gatos, também podem ser afetados por esta doença e compreender a diabetes nos animais é crucial para garantir a qualidade de vida e bem-estar dos nossos melhores companheiros de vida.
A diabetes em cães e gatos têm muitas semelhanças com a condição humana: Em ambos os casos, a doença é caracterizada pela incapacidade do organismo em produzir insulina em quantidade suficiente ou pela resistência do corpo à ação dessa hormona e a insulina desempenha um papel crucial na regulação dos níveis de glicose, permitindo que as células absorvam e utilizem a glicose como fonte de energia.


Existem cinco principais causas da diabetes em cães e gatos, cada uma contribuindo para o desenvolvimento da doença de maneiras distintas.

  • Predisposição Genética: A predisposição genética desempenha um papel significativo na suscetibilidade à diabetes também em animais de estimação. Isto é, se um animal tem familiares que desenvolveram diabetes, a probabilidade de também desenvolver a doença podem ser mais elevada.

  • Obesidade: A obesidade é um fator de risco significativo para o desenvolvimento da diabetes em cães e gatos. O excesso de peso pode levar à resistência à insulina, resultando em níveis elevados de glicose no sangue. A falta de atividade física combinada com uma dieta desequilibrada contribui para o aumento da obesidade em animais de estimação, agravando o risco de diabetes. Se o teu animal sobre de obsidade aconselhamos-te a que experimentes para cão a nossa receita Lenda Light e para gato Lenda Light & Sterilized.

  • Idade e Sexo: Assim como em humanos, a idade pode ser um fator de risco para o desenvolvimento da diabetes em animais de estimação. Cães e gatos mais velhos têm uma maior probabilidade de desenvolver esta doença como consequência do envelhecimento do organismo. Além disso, estudos indicam que fêmeas não castradas têm uma maior tendência para a diabetes devido aos fatores hormonais e reprodutivos.

  • Pancreatite: A pancreatite, inflamação do pâncreas, é uma condição que pode aumentar o risco de diabetes em animais de estimação. O pâncreas desempenha um papel essencial na produção de insulina; portanto, danos ao órgão podem interferir na regulação dos níveis de glicose. Dietas ricas em gordura, infecções e certas condições médicas podem contribuir para o desenvolvimento da pancreatite.

  • Medicamentos e Outras Condições Médicas: Alguns medicamentos, como corticosteroides, podem aumentar o risco de diabetes em cães e gatos. Além disso, certas condições médicas, como hipertireoidismo em gatos, podem levar os animais à diabetes. É essencial por isso, que os proprietários estejam cientes dos possíveis efeitos colaterais dos medicamentos e monitorem de perto a saúde geral de seus animais de estimação.
As 5 Causas do Aparecimento dos Diabetes em Cães e Gatos

Deixamos-te também alguns sinais a que deves estar atento que podem ser um indício de que o teu animal de estimação tem diabetes:

💧 Se perceberes que o teu patudo anda a beber mais água do que o habitual e precisa sair com mais frequência para fazer xixi, isso pode indicar um desequilíbrio nos níveis de glicose.

🤔 Animais de estimação com diabetes podem ter uma perda de peso inexplicada, apesar de manterem ou aumentarem o apetite. Isso ocorre porque o corpo está perdendo glicose através da urina, resultando em uma quebra de gordura e proteína para obtenção de energia.

🍠 Alterações no apetite, como aumento ou diminuição da fome, podem ser indicadores de diabetes. Além disso, mudanças no comportamento alimentar, como hesitação em comer ou comer rapidamente, podem estar relacionadas à condição

🤕 Se o teu animal de estimação parece mais cansado do que o normal, mesmo após períodos de descanso adequado, pode ser um sinal de que algo está errado.

A saúde dos nossos animais de estimação está em nossas mãos. Investir na prevenção, compreender as necessidades individuais de cada animal e colaborar com profissionais de saúde animal são passos cruciais para garantir que nossos companheiros peludos vivam vidas longas e saudáveis.

Eles também são o que comem!

Picture of Inês Pinto

Inês Pinto

A minha gata Mia tem um papel fundamental na minha vida. Tal como ela, adoro aproveitar as longas tardes de sol.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

WhatsApp
1
Precisa de ajuda?
As 5 Causas do Aparecimento dos Diabetes em Cães e Gatos