fbpx
Logo Lenda

Aromaterapia para animais: 5 benefícios

aromaterapia

O olfato aguçado dos cães e gatos é um dos seus sentidos mais poderosos, superando em muito a capacidade dos humanos. Assim, ao considerarmos a aromaterapia para animais, é crucial exercer grande cautela. Esta forma de terapia fitoterápica baseia-se nos efeitos que os aromas das plantas podem ter em cada indivíduo, mas quando se trata dos nossos peludos, é necessário um olhar cuidadoso.

Os óleos essenciais, extraídos de diversas partes das plantas, são os principais recursos utilizados na aromaterapia. Eles podem ser administrados de várias maneiras, incluindo inalação, banho aromático e aplicação tópica através de massagens. No entanto, embora inicialmente pareça uma prática inofensiva, é vital considerar a realidade dos animais. Devido ao seu olfato altamente sensível, os animais podem reagir aos aromas de forma muito mais intensa do que os humanos.

Existem casos em que os óleos essenciais podem até prejudicar cães ou gatos, tornando essencial que essa forma de tratamento seja adotada apenas sob orientação veterinária. O médico veterinário pode prescrever o produto correto, seguro para animais de estimação e adequado às necessidades individuais de cada animal.

Aplicações e Indicações da Aromaterapia para Pets

A aromaterapia é frequentemente recomendada para modificar comportamentos indesejados. Ela pode atuar como um modulador comportamental, sendo indicada em situações como:

  • Ansiedade de separação, quando o animal fica triste ou agitado devido à ausência do tutor;
  • Medo de pessoas, outros animais, fogos de artifício, trovões, entre outros estímulos;
  • Latidos excessivos;
  • Agitação e estresse;
  • Dermatite psicogênica;
  • Coprofagia, comportamento de ingestão de fezes em cães.
aromaterapia

Administração e Cuidados

A administração da aromaterapia para animais geralmente ocorre no ambiente, onde os óleos essenciais são borrifados em caminhas, arranhadores ou outros objetos para que o animal inale os aromas indiretamente.

Os óleos essenciais utilizados variam conforme o objetivo terapêutico, sendo alguns dos mais comuns: laranja, limão, lavanda, gengibre, camomila, erva-do-gato e hortelã.

Alertas e Cuidados Essenciais

É fundamental que os tutores nunca utilizem óleos essenciais em animais sem a supervisão de um médico veterinário. A aplicação inadequada pode resultar em intoxicação, sendo os gatos particularmente sensíveis.

Alguns cuidados essenciais incluem:

  • Evitar a aplicação próxima aos olhos, nariz ou mucosas do animal para evitar irritações;
  • Nunca administrar os óleos essenciais por via oral, pois podem ser tóxicos;
  • Assegurar que o animal não esteja presente durante a aplicação para evitar que o produto entre em contacto com áreas sensíveis;
  • Ter atenção especial com os gatos, devido à sua dificuldade em metabolizar os óleos essenciais;
  • Nunca utilizar produtos indicados para humanos em animais de estimação, pois as concentrações podem ser prejudiciais à saúde deles.

5 Benefícios da aromaterapia

Melhoria da Qualidade do Sono: Aromas suaves, como bergamota e valeriana, são conhecidos por suas propriedades relaxantes que podem promover um sono mais profundo e tranquilo em cães e gatos. A inalação desses aromas antes da hora de dormir pode ajudar a induzir o relaxamento e melhorar a qualidade do sono.

Estímulo do Apetite: Óleos como limão e gengibre têm propriedades estimulantes que podem ajudar a aumentar o apetite dos patudos que estejam com falta de apetite. A difusão desses aromas durante as refeições pode ajudar a despertar o interesse pela comida.

Repelente de Insetos: Óleos como citronela e eucalipto possuem propriedades repelentes naturais que podem ajudar a afastar insetos indesejados, como mosquitos e pulgas. A aplicação desses óleos diluídos na pele ou na coleira pode ajudar a protegê-los contra picadas de insetos.

Melhoria da Respiração: Óleos como hortelã e eucalipto podem ajudar a abrir as vias respiratórias e melhorar a respiração em animais de estimação com problemas respiratórios, como alergias ou congestão nasal. A difusão desses óleos no ambiente pode proporcionar alívio temporário dos sintomas.

Estímulo Mental: Certos aromas, como alecrim e manjericão, têm propriedades estimulantes que podem ajudar a melhorar o foco e a concentração em cães e gatos. A inalação desses aromas durante sessões de treino ou atividades mentais pode ajudar a manter o animal alerta e atento.

É importante lembrar que a aromaterapia é uma ferramenta útil para tratar alterações comportamentais, mas deve ser utilizada com cautela e sempre sob a supervisão de um profissional qualificado.

Se tiveres alguma dúvida, entra em contacto com a Lenda!

Picture of Patricia

Patricia

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Precisa de ajuda?